Funcionários do Parque Histórico de Carambeí conhecem Museu Imigrante Holandês

01/04/2019

A equipe de funcionários da Associação Parque Histórico de Carambeí participou de uma visita técnica ao Museu Imigrante Holandês, de Arapoti. O passeio teve por finalidade conhecer o museu e a história difundida pela intuição que em muitos momentos é associada a história da imigração holandesa em Carambeí.

 

O historiador e coordenador cultural do Parque Histórico de Carambeí, Felipe Pedroso, explica que a proposta das visitas a instituições culturais é uma troca de conhecimento realizado entre as equipes. “A ideia de fazer visitas técnicas e intercâmbios culturais entre museus nasceu da necessidade de sentir a realidade do setor na região, sempre há algo a se extrair dessas visitas, sejam experiências positivas ou negativas, é uma espécie de diagnóstico da situação.”

 

Leonardo Pugina, historiador do museu de Carambeí, afirma que é admirável ver o trabalho realizado pela Associação Parque Histórico de Arapoti, o cuidado que pessoas da comunidade, que não são formadas na área de história ou museologia, estão tendo para preservar a memória dos imigrantes holandeses.

 

“O espaço utilizado para montar o museu é um lugar histórico e um patrimônio importante para a comunidade, ocupa a antiga construção da Cooperativa Central de Lacticínios.  Gostei do modo que foram montados os cenários, a expografia como um todo, a equipe soube utilizar e aproveitar cada um dos espaços”, conta Pugina.

 

“Foi muito interessante compartilhar experiência entre duas comunidades tão parecidas e que compartilham uma da história da outra. Esse primeiro momento foi para conhecer e estreitar laços para que futuramente possamos trocar exposições itinerantes, fazer outros trabalhos em conjunto”, anima-se Fernanda Hrycyna acadêmica de história e integrante do Núcleo Educativo do Parque Histórico de Carambeí.

 

Felipe afirma que a partir do momento que for estruturada uma equipe técnica para gerir o museu de Arapoti, este fomentará o desenvolvimento da própria cidade. “Na visitação específica ao Museu do Imigrante Holandês em Arapoti, pudemos notar muitas semelhanças ao conceito que empregamos no Parque Histórico e isso é muito interessante, são comunidades irmãs que são retratadas em suas narrativas e as histórias se cruzam em determinados pontos. Pudemos notar também o forte apelo que o museu possui, que se estruturado com uma equipe técnica poderá se desenvolver e desenvolver todo o município”.

 

A gerente geral do Parque Histórico de Carambeí Froukje Jong Bueno é holandesa, morou na colônia holandesa de Arapoti e atualmente mora em Carambeí, diz que o Museu Imigrante Holandês tem muito futuro. “O Parque Histórico de Carambeí hoje é referência na região, mas nem sempre foi assim e no começo todo o acervo do museu se concentrava na Casa da Memória. Tendo o museu de Carambeí como exemplo, conhecendo toda a estrutura que a Associação Parque Histórico de Arapoti possui vejo que há futuro, mas se faz necessário uma intervenção, o que não será difícil. Com boa vontade, contratando uma equipe de funcionários especializada no setor, em pouco tempo o Museu Imigrante Holandês passará a ser mais conhecido na região”, finaliza.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques

Convention Bureau encerra o ano com saldo positivo

13/12/2019

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Assine nossa newsletter
  • Black Facebook Icon
  • Instagram Social Icon

© 2018 por Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau

Rua Comendador Miró, 860, Ponta Grossa PR | info@pontagrossacvb.com.br | (42) 3220-7250

Conteúdo: Yukê Comunicação