Decreto permite reuniões com até 25 pessoas em Ponta Grossa

Mudança é um alívio para o setor de eventos que vem registrando altos prejuízos com a pandemia de Covid-19

Segundo o decreto municipal 17.663 de 24 de agosto, agora é permitida a realização de reuniões com até 25 pessoas em Ponta Grossa, o que beneficia o setor de eventos, um dos mais prejudicados pela pandemia de Covid-19. Assim, reuniões de negócios, treinamentos, aulas e pequenos eventos podem acontecer sem haver prejuízos ou suspensão da atividade.

Desde o início da pandemia, que começou a afetar a economia da região em março, o Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau vem monitorando o setor e conversando com empresários, além de sugerir o adiamento das atividades, evitando o cancelamento. “O cenário é incerto, mas precisamos buscar maneiras seguras para continuar a realização dos eventos em nossa cidade, fomentando o mercado”, comenta a presidente do Convention Thaís Pius.

Quem trabalha no setor aprova o novo decreto, caso da Bird que suspendeu todos os seus acontecimentos no primeiro semestre. “Para nós, que trabalhamos com eventos e locação de espaços para reuniões, é um pequeno caminho à normalidade”, comenta aliviada Pauline Minasi.

Pauline salienta ainda que enquanto aguardavam a volta das atividades foram em busca de alternativas para evitar maiores prejuízos decorrentes da pandemia. “Formatamos eventos em estilo drive-in, online e híbridos, todos respeitando os protocolos de segurança e normas dos órgãos de saúde”, finaliza.

Para o hoteleiro, Daniel Wagner, presidente do Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia dos Campos Gerais, a retomada dos eventos vai ajudar todos os setores, principalmente os hotéis, que vem sofrendo queda na taxa de ocupação e tem a locação de salas canceladas. “Hoje temos uma estrutura ociosa, pessoas desocupadas, que precisaram ser remanejadas ou demitidas, gerando um prejuízo generalizado que reflete em toda a sociedade, então essa retomada é importante para revertermos isso, voltarmos a contratar e aquecer a economia”.

Os eventos movimentam a economia da cidade onde acontecem, como hotéis, empresas de serviços audiovisuais, de comunicação e a gastronomia. “Mais de 50 setores da economia se beneficiam com essas atividades, como os nossos restaurantes que podem servir um coffee break ou um almoço. Pode parecer pouco, mas isso tudo contribui com o segmento de alimentação fora do lar, gerando renda e emprego”, finaliza.

O Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau recomenda que organizadores de eventos procurem estabelecimentos certificados com o Selo de Turismo Seguro do Ministério do Turismo para fazer sua atividade, pois ele garante segurança e metodologias de prevenção ao Covid-19.

Além disso, orienta a higienização de mãos dos participantes, que o ambiente seja bem ventilado, haja o uso de máscaras e seja evitada a aglomeração de pessoas.

Situação do setor

Segundo dados do Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau, mais de R$200 milhões deixaram de circular na região dos Campos Gerais somente com as grandes atividades canceladas, como a Agroleite, Expoleite e Feira Paraná. E há prejuízo superior a R$100 mil nas empresas organizadoras de eventos em Ponta Grossa ou com espaços para locação, conforme pesquisa interna feita em julho.

Ao todo, quatro grandes eventos foram cancelados e o resto adiado para o fim do ano, período em que as autoridades de saúde e o governo acreditam haver menos casos de Covid-19, possibilitando maior afrouxamento do isolamento social.

Saiba mais sobre o impacto do Covid-19 no turismo dos Campos Gerais

Arquivo
  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2020 por Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau

Rua Comendador Miró, 860, Ponta Grossa PR | info@pontagrossacvb.com.br | (42) 3220-7250

Desenvolvimento do site: Equipe PGCG CVB

Conteúdo: Yukê Comunicação