Aeroporto e concessão do Parque de Vila Velha incentivam o turismo

12/03/2020

2020 começou com diversas novidades no turismo em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais, que inclui novos voos no aeroporto de Sant’ana para dois destinos importantes do país e a assinatura de concessão do Parque de Vila Velha à iniciativa privada.

Foto: Murici Leal (NGTur), Marcelo Amaral (Convention), Wagnilda Minasi (AdeTur), Leandro Ribas (Parque), Nádia Joboji (Sebrae PR) e Thaís Pius (Convention)

 

Em janeiro, a Gestão Municipal anunciou voos diretos de ida e volta do Aeroporto de Congonhas em São Paulo a Ponta Grossa através da VoePass, que também anunciou Foz do Iguaçu como novo destino partindo da Princesa dos Campos a partir de março, novidades comemoradas entre empresários e entidades ligadas ao turismo.

 

Segundo dados do Aeroporto de Sant’ana, em 1 ano, o fluxo de passageiros aumentou 91%, somando mais de 6.900 pessoas em fevereiro de 2020, número que deve aumentar com os novos voos, o que, segundo a presidente do Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau, abre diversas oportunidades para o setor.

“No ano passado, para vir a Ponta Grossa era só através de carro, ônibus ou pegando um avião em Campinas, meios importantes, mas que ainda não atendiam a nossa demanda. Agora nós temos ligação direta com a maior cidade do país e a destinos nacionais e internacionais, atendendo empresas, eventos e turistas”, comenta Thaís (foto).

 

Marcelo Amaral, gerente executivo do Convention, também vê mais oportunidades de negócios à entidade turística com os voos. “Agora nós temos várias opções de como chegar aqui, então esse diferencial de voos diretos a maior cidade do país se torna um facilitador na hora de trazermos eventos para cá, já que um aeroporto bem estruturado é uma das principais, se não a principal, exigência da organização”.

 

Segundo José Loureiro, secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional de Ponta Grossa, a cidade está passando por grande revolução na aviação comercial com rotas solicitadas pelos próprios passageiros, que apontam que os destinos são importantes para o turismo, economia e desenvolvimento do município.

 

“Os voos diretos vindos de São Paulo são uma excelente forma de aproximar investidores, empresários e representantes de indústrias à Ponta Grossa, contribuindo também na prospecção de novos investimentos e permitindo com que negociações sejam realizadas, já que é possível vir à cidade e retornar no mesmo dia”.

 

Segundo Edgar Hampf, secretário de turismo de Ponta Grossa, a cidade sempre possuiu localização estratégica, com proximidade da capital e ligações rodoviárias para diversas regiões do país e, com o oferecimento de voos para Congonhas, Campinas e, mais recentemente, Foz do Iguaçu, há a consolidação de Ponta Grossa como um dos destinos mais belos e de fácil acesso do país.

 

“Diante de toda essa profunda mudança na logística da cidade, com certeza teremos um aumento considerável nas demandas relacionadas ao setor de serviço, transportes e áreas ligadas ao Turismo em suas mais variadas facetas, como negócios, aventura, natureza, religioso, entre outros, e isso se reverterá, sem dúvida, em mais empregos, mais oportunidades de negócio e maiores dividendos para o município, gerando um novo e consistente ciclo de crescimento para a cidade de Ponta Grossa".

 

Agora, chegar em Ponta Grossa é mais fácil e ainda possibilita ao turismo trabalhar de maneira conjunta com uma das cidades mais visitadas do Brasil, Foz do Iguaçu, tudo pela conexão aérea com o município.

 

“Essa nova opção é muito importante para nós, pois poderemos trabalhar em conjunto para os turistas conhecerem Ponta Grossa e irem a Foz do Iguaçu e vice-versa, conhecendo o que o interior do nosso Estado tem de melhor”, enfatiza Thaís Pius.

 

Com a concessão da administração de Vila Velha à Eco Parques, foram criados muitos anseios pelo trade turístico quanto o investimento na estrutura, aumento no fluxo de turistas entre outros, sentimento também compartilhado pela empresa, como explica Leandro Ribas, gestor do Parque. “Também temos expectativas excelentes quanto ao incremento do número de visitantes não só do Parque, como de todos os belos atrativos que a região possui”.

 

Leandro comenta que o plano de gestão do Parque será apresentado ao Instituto Água e Terra, antigo IAP, e quando aprovado começará a ser executado “É possível adiantar que implementaremos melhorias em toda estrutura do Parque, valorizando os atrativos já existentes e implantando novas experiências como, por exemplo, balonismo, arvorismo, tirolesa entre outros.

 

Atualmente, o Parque de Vila Velha é o carro-chefe nos atrativos turísticos da região, recendo visitantes de diversas partes do mundo, sendo divulgando em todas as ações promocionais do Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau, como feiras e road shows e, segundo a diretoria da entidade, com novos passeios, gestão integente facilitarão ainda mais apresentar o lugar.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Destaques

Convention Bureau comemora a reabertura do Parque de Vila Velha

4/9/2020

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Assine nossa newsletter
  • Facebook ícone social
  • Instagram

© 2020 por Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau

Rua Comendador Miró, 860, Ponta Grossa PR | info@pontagrossacvb.com.br | (42) 3220-7250

Desenvolvimento do site: Equipe PGCG CVB

Conteúdo: Yukê Comunicação