Buscar

Aeroporto e concessão do Parque de Vila Velha incentivam o turismo

2020 começou com diversas novidades no turismo em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais, que inclui novos voos no aeroporto de Sant’ana para dois destinos importantes do país e a assinatura de concessão do Parque de Vila Velha à iniciativa privada.

Foto: Murici Leal (NGTur), Marcelo Amaral (Convention), Wagnilda Minasi (AdeTur), Leandro Ribas (Parque), Nádia Joboji (Sebrae PR) e Thaís Pius (Convention)

Em janeiro, a Gestão Municipal anunciou voos diretos de ida e volta do Aeroporto de Congonhas em São Paulo a Ponta Grossa através da VoePass, que também anunciou Foz do Iguaçu como novo destino partindo da Princesa dos Campos a partir de março, novidades comemoradas entre empresários e entidades ligadas ao turismo.

Segundo dados do Aeroporto de Sant’ana, em 1 ano, o fluxo de passageiros aumentou 91%, somando mais de 6.900 pessoas em fevereiro de 2020, número que deve aumentar com os novos voos, o que, segundo a presidente do Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau, abre diversas oportunidades para o setor.

“No ano passado, para vir a Ponta Grossa era só através de carro, ônibus ou pegando um avião em Campinas, meios importantes, mas que ainda não atendiam a nossa demanda. Agora nós temos ligação direta com a maior cidade do país e a destinos nacionais e internacionais, atendendo empresas, eventos e turistas”, comenta Thaís (foto).

Marcelo Amaral, gerente executivo do Convention, também vê mais oportunidades de negócios à entidade turística com os voos. “Agora nós temos várias opções de como chegar aqui, então esse diferencial de voos diretos a maior cidade do país se torna um facilitador na hora de trazermos eventos para cá, já que um aeroporto bem estruturado é uma das principais, se não a principal, exigência da organização”.

Segundo José Loureiro, secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional de Ponta Grossa, a cidade está passando por grande revolução na aviação comercial com rotas solicitadas pelos próprios passageiros, que apontam que os destinos são importantes para o turismo, economia e desenvolvimento do município.

“Os voos diretos vindos de São Paulo são uma excelente forma de aproximar investidores, empresários e representantes de indústrias à Ponta Grossa, contribuindo também na prospecção de novos inv