Buscar

Expo Palmeira acontece no ínicio de abril

A 10ª edição da Expo Palmeira, que acontece no mês de maio, vai apresentar uma novidade ao público. Desta vez a festa terá quatro dias, começando na quinta-feira, dia 3, e se estendendo até o domingo, dia 6. Para acompanhar o aumento da festa, também haverá mais uma atração musical para se apresentar no palco principal.

O primeiro show da Expo Palmeira em 2018 no palco principal ficará por conta do DJ Alok, na noite de quinta-feira, artista mais votado na enquete popular realizada pela Prefeitura de Palmeira. Nas noites seguintes as apresentações serão, respectivamente, de Raça Negra, Pedro Paulo e Alex e Maiara e Maraísa.

De acordo com o prefeito Edir Havrechaki, o aumento de um dia na festa traz benefícios ao município, pois a festa vai atrair moradores das mais diversas cidades do Brasil. “Turistas virão à Palmeira para aproveitar os atrativos da festa, fomentando a economia, a cultura e o turismo. Os expositores da Expo, que em sua maioria são palmeirenses, terão suas oportunidades de negócios multiplicadas com o grande e diversificado movimento de pessoas durante os dias de evento”, destacou.

Alok

Considerado o melhor DJ do país, Alok também conta com uma legião de fãs no mundo inteiro. O DJ foi o artista mais votado na enquete popular realizada pela Prefeitura e se apresentará no primeiro dia de festa.

Alok iniciou a carreira junto com seu irmão, formando a dupla Alok & Bhaskar. Eles lançaram diversos trabalhos e chegaram a fazer shows em 19 países. Em 2010 Alok decidiu partir para a carreira solo, adotando o estilo house music. Neste período ele conseguiu fazer sucesso com um sample da música “Sings”, do rapper americano Snoop Dogg. Desde então a agenda de shows de Alok só cresceu e ele ganhou cada vez mais destaque no universo da música eletrônica.

O grande momento da carreira de Alok foi com a música “We Are Underground”, que fez o mesmo ser reconhecido internacionalmente. O brasileiro já se apresentou no Tomorrowland, considerado um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo, e constantemente é comparado a DJs internacionalmente famosos, como Calvin Harris e David Guetta.

Raça Negra

O Raça Negra foi a primeira banda de samba a tocar numa rádio FM, com a música “Caroline”. Na década de 90, entrou para o Guinness Book com a canção “É Tarde Demais” devido à impressionante marca de mais de 600 execuções em rádios num só dia.

A ascensão da banda para outros países veio com oitavo LP, lançado também na Europa, Ásia e África, com as músicas "Preciso Desse Amor" e "É Amor Demais", consagrando um dos maiores fenômenos musicais dos anos 90.

Luiz Carlos sempre teve a batuta nas mãos para reger os passos do Raça Negra e é um ícone entre os nomes que surgiram posteriormente. Impossível falar em alguém que canta, toca e vive de samba que não tenha bebido da fonte dos Raça Negra. Com 34 anos de carreira, trazem na bagagem 12 vinis, 28 CDs, 4 DVDs e mais 36 milhões de discos vendidos.

Para comemorar esta carreira de sucessos, em 2012 gravaram um DVD repleto de convidados especiais. Já em 2014, surgiram com o projeto “Gigantes do Samba”, unindo duas gerações: Raça Negra e Só Pra Contrariar. Esse foi mais um sucesso carimbado que ganhou o brasil com uma turnê que percorreu todo o território nacional. Em 2016 o grupo repete o sucesso de 2012 e lança “Raça Negra e Amigos Il”, com participações especiais de diversos cantores do país.

Pedro Paulo e Alex

“Sente a batida do PPA!” Quem nunca ouviu esta frase e de fato sentiu a batida de Pedro Paulo e Alex? A dupla é diferente e como uma febre vem conquistando o país por onde passa. Os amigos José Aparecido Amorim Júnior, o Pedro Paulo, e Alex Stela, nasceram em Umuarama e se conheceram em 2009.

Desde menino, incentivado pelos pais, Alex demonstrava interesse pela música sertaneja de raiz. Nas reuniões familiares e rodas de amigos se encantava pelo ritmo. Quando começou a cursar Tecnologia em Meio Ambiente na Universidade Estadual de Umuarama, foi inevitável segurar o amor pela música, já que eram frequentes churrascos e encontros de repúblicas. Alex era o cantor oficial destes eventos e sua voz marcante impressionava os amigos e destacava o jovem universitário. Amigos em comum os apresentaram em uma destas festas universitárias e a sintonia imediata