Buscar

Convention & Visitors Bureau: A ferramenta facilitadora de eventos

Entre os serviços do Ponta Grossa Campos Gerais CVB está a Agenda de Negócios, ferramenta para aproximar organizadores de eventos aos associados

Captar e apoiar congressos, feiras, simpósios, festivais e seminários e buscar melhorar os atrativos turísticos e capacitar os profissionais ligados ao turismo, essa é a principal missão de um Convention & Visitors Bureau, que datam do século XIX, quando o jornalista, Milton Carmichel, sugeriu aos empresários de Detroit a união para fins de representação e promoção da cidade como um destino ideal para convenções.

Com isso, em 1895, nasce o Detroit Convention and Businessmen League, pioneiro e referência para as lideranças turísticas mundiais que implantam escritórios turísticos no Hawai, Atlantic City, Denver e Atlanta, em 1904, e em Londres em 1905, seguidos pela Ásia e a América Latina a partir de 1980. No Brasil, o Convention & Visitors Bureau chega em 1983, sendo São Paulo a primeira cidade a contemplar um.

Já Ponta Grossa ganha sua representação através da entidade em 2005, quando um grupo de empresas, como a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg), Sebrae, Sindicato de Hotéis e Restaurante, Bares e Similares dos Campos Gerais, Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) e Sindicombustíveis se unem para formar o Ponta Grossa Convention & Visitors Bureau.

O primeiro presidente foi Daniel Wagner por dois mandatos. De lá para cá, muitos empresários com visão do turismo como atividade socioeconômica passaram pelo Convention, que ampliou seu trabalho para os Campos Gerais do Paraná e hoje é presidido por uma mulher, a empresária Wagnilda Minasi.

“O nosso papel é de facilitador e quando um organizador nos procura nós sempre os direcionamos aos associados, que ainda possuem serviços e informações exclusivas”, comenta Wagnilda Minasi (foto).